sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Dia 2 - Maringá - Foz do Iguaçú - 415Km - 08/09/2013

Acordamos as 7:00 horas, tomamos um bom café no hotel, fizemos o checkout, arrumamos as coisas nas motos e partimos para a segunda etapa da viagem.


Logo que saímos, lembrei que não tinha prendido direto umas das malas na moto e tive que parar para arrumar...perdemos ai mais uns 15 min. Qualquer 15 minutos nestas viagens sao muito importantes, define se teremos um almoço, se teremos mais tempo para as fotos ou se pegaremos ainda a estrada a noite.

Seguimos viagem e após uns 80Km, paramos pela primeira vez para abastecer. Geralmente na primeira parada aproveitamos para verificar todos os equipamentos e acessórios na moto e também se as malas estão bem presas.
Desde Londrina temos encontrado muitos motoqueiros na estrada e de diversas tribos, CGs, Harleys, Big-trails e esportivas.



Dia perfeito, estrada perfeita, passamos por Campo Mourão e em Cascavel paramos para almoçar numa Churrascaria a beira da estrada chamada Portal, excelente indicação do meu tio Jorge, carne muito boa, bom preço e atendimento. Resolvemos comer um churrasco pois estávamos próximos do destino final, faltavam apenas 135km até Foz do Iguaçú e realmente a carne não pesou no estomago. O ideal é comer pouco no almoço para não ter risco de passar mal a tarde e não ter sono durante o caminho.



Nos últimos 80Km até o destino final pegamos um pouco de chuva e foi assim até chegarmos a Foz do Iguaçu, mas a chuva era fraca que não atrapalhou em nada a viagem.

Neste trecho de Maringá a Foz do Iguaçú, apesar da estrada boa, é importante pilotar com atenção pois o vento lateral durante viagem é bem forte. Vamos ver como será na costa do Chile e no Chaco Argentino, lugares que segundo relato de outros viajantes o vento é tão forte que dá pra ver e sentir a moto andando de lado.

Chegamos em Foz do Iguaçú e fomos direto para o Hotel. Novamente um susto, o Hotel por fora é muito antigo, mas depois que entramos, as acomodações são boas. Uma boa cama e um bom banheiro ao contrário da fachada.

Chegamos no Hotel as 15:30hrs, deu tempo apenas para fazer o check-in e já seguimos para as Cataratas pois o parque fechava as 17:00. Estava chovendo forte, mas por sorte ou por Deus, quando chegamos ás Cataratas a chuva deu uma trégua e pudemos aproveitar uma paisagem que realmente “lava a alma”.








De volta ao Hotel arrumamos novamente as coisas para sairmos bem cedo no dia seguinte. O terceiro dia sera longo, 635Km, nao queriamos perder muito tempo na fronteira, primeiro trecho na Argentina, com muita policia e risco de corrupcao.

Nenhum comentário:

Postar um comentário