sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Dia 1 - São Paulo - Maringá - 650Km - 07/09/2013

Chegada a hora, as 7:00hrs levantei da cama, tomei cafe da  da cama e fiquei aguardando o Glauco chegar em casa. No dia anterior deixei tudo pronto já na moto, tanque cheio, malas prontas, GPS, câmeras Go Pro e Spot. Nao queria perder tempo já no primeiro dia de viagem.

Assim que o Glauco chegou tiramos algumas fotos e as 9:00hrs inciamos a jornada - cheio de expectativas e com o sentimento antes mesmo da primeira parte da viagem de que seria apenas a primeira de muitas expedicoes que faria. 










Saímos de São Paulo pela Rod. Castelo Branco (BR-374) com bastante transito até próximo a Sorocaba. A partir dai estrada livre, temperatura perfeita, amena e aceleramos a moto ate uma cidade chamada Iaras onde abastecemos pela primeira vez. Seguimos viagem sentido ourinhos e depois Londrina. A estrada continuava perfeita e aproveitamos para tirar algumas fotos na divisa do estado de São Paulo com o estado do Paraná. Deixamos na placa da divisa o primeiro adesivo da viagem “Expedicao Atacama 2013”.

Passando a ponte, a estrada continuou boa e chegamos em Londrina. Achamos que almoçaríamos por la mas como já eram 15:00hrs não encontramos mais nenhuma churrascaria ou restaurante aberto. O jeito foi comer num AM/PM, isso mesmo, num posto. Comemos um lanchinho rápido, abastecer novamente as motocas e seguimos ruma a Maringá.
Estrada excelente também nesta ultima etapa de 75km de viagem do dia e assim que chegamos a Maringa ja encontramos o Hotel Gaph. A primeira impressão não é boa, mas o Hotel é bem legal, recomendo. Fica ao lado da estrada, fácil acesso, boas instalações e bom café da manhã.
Tiramos algumas fotos para ver como as motos e nós dois estavamos ao final do primeiro dia de viagem, fizemos o check-in e fomos descansar um pouco.



Tenho família em Maringá e então decidimos fazer uma visita aos meu tios Jorge e tia Marisa. Meu primo Emir preparou um churasco de hamburguer que estava maravilhoso, estilo Madeiro, uma Hamburgueria muito famosa na região. Conversarmos um pouco e depois voltamos para o hotel, para a primeira noite fora de casa.

Neste trecho de hoje pegamos alguns pedágios em que motos pagam, deixem dinheiro trocado na carteira. 

Primeiro prejuízo da viagem – uma das câmeras que estavam presas a moto do Glauco caiu na estrada e nem se quer percebemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário